Palmeiras: Volante João Vítor se apresentou em treino com estado de embriaguez. Ele foi cortado da partida de hoje à noite contra o Flamengo!




Após a derrota para o Fluminense no último domingo, o Palmeiras continua na zona de rebaixamento mais precisamente na 17ª colocação e somente um empate bastaria para tirar o time da zona vermelha da tabela na noite de domingo, mas isso não ocorreu e ficará para hoje à noite diante do Flamengo mais essa tentativa de sair dessa incômoda faixa dos 4 piores do Brasileirão! E, como desgraça pouca é bobagem, na segunda-feira, Scolari havia marcado a reapresentação do elenco para o período da tarde, o que não foi impedimento para um atleta do clube chegar visivelmente embriagado!

Trata-se do volante João Vítor, e mesmo com esse tempo entre o fim da noite de domingo e o início da tarde de 2ª feira ele se apresentar nessas condições, sugere que a farra deve ter sido bem puxada mesmo. A diretoria do alviverde disse que irá apilcar uma posição ao jogador mas que não iria no momento divulgar o nome dele, entretanto a informação já havia vazado que o atleta em questão era João Vítor. Cogita-se que a punição é uma multa de 40% do salário do jogador.

“Isso é assunto do clube e já está contornado, resolvido. Isso tudo é muita fumaça”, afirmou o vice-presidente de futebol Roberto Frizzo. O diretor de futebol do Palmeiras também comentou o incedente: “Isso é algo nosso, temos punições previstas pelo regimento interno e não vamos expor a integridade do atleta”, afirmou César Sampaio.

Como a delegação do Palmeiras chegou no aeroporto em São Paulo aproximadamente às 23:40 hs de domingo, não foi confirmado se João Vítor ficou na cidade do Rio de Janeiro ou se retornou junto com os demais atletas a São Paulo. Mediante esse novo embaraço, o time paulista barrou o volante que nem ao menos no banco de reservas estará na Arena Barueri na noite de hoje contra o Flamengo.

O fato é que nem com o título invicto de campeão da Copa do Brasil a situação interna no Palmeiras parece se amenizar e isso com certeza vem se refletindo em campo e logo João Vítor que no ano passado foi agredido fisicamente por integrantes de uma Torcida Organizada do Palmeiras por cobrar mais comprometimento dos atletas. Será que esses integrantes da tal Organizada já sabiam algo desde aquela ocasião? Claro que os fins não justificam os meios e a violência não é e nem será o melhor remédio para se consertar as coisas, pelo contrário é algo a se repudiar. Em contrapartida, a atiude de João Vítor, pelo menos agora nessa situação é de se indignar e de se repensar pois ele era uma das apostas de Felipão, que tem como linha não tolerar tais episódios de indisciplinas!





2 comentários

Anônimo em 15 de agosto de 2012 17:07

Palavras sábias meu caro, nem tenho o que acrescentar.

Abraço,

Nogueira.

Rafael Nonato em 16 de agosto de 2012 08:43

Como se o Palmeiras precisasse de mais esse problema. Desse jeito se brincar o time pode até cair com uns jogadorezinhos desses.

 
▲ Topo