Drama: Cicinho, Campeão do Mundo pelo São Paulo em 2005, pode encerrar a carreira mais cedo devido a problemas com o álcool!



DRAMA: ABUSOS COM O ÁLCOOL DEVEM CAUSAR O FIM DA CARREIRA DE CICINHO!

"Gostava de balada, gostava de sentar no bar... Não tinha um limite... Os prazeres do mundo acabam tirando esse prazer de jogar futebol".


O jogador Cicinho, que teve uma passagem vitoriosa pelo São Paulo Futebol Clube, sendo até Campeão Mundial de Clubes em 2005 contra o Liverpool, vive um drama que pode abreviar sua carreira de jogador de futebol. Neste sábado, em entrevista ao Programa Esporte Fantástico, da Rede Record, o atleta comentou sobre o uso excessivo de bebidas alcoolicas e o excesso de festas. Atualmente ele está na Roma-ITA, mas já serviu até na Seleçao Brasileira. Cícero João de Cézare, (Cicinho), irá completar 32 anos no próximo dia 24 de junho e ainda teria mais alguns anos para atuar mas ele sinaliza que deve mesmo encerrar a carreira.


Cicinho iniciou a carreira jogando pelo Botafogo-SP em 1999, depois foi para o Atlético-MG, Botafogo-RJ, São Paulo, Real Madrid-ESP, Roma-ITA, retornou por empréstimo em 2010 para o São Paulo - onde atuou por mais 25 partidas, depois foi emprestado ao Villarreal-ESP em 2011 e retornou ao Roma-ITA em 2012 onde está na reserva. Em sua primeira passagem pelo São Paulo (2004-2005) ele atuou em 69 partidas e marcou 6 gols e foi o clube em que mais jogou e que mais marcou gols além de ser também o time que teve mais títulos: - Campeonato Paulista, Copa Libertadores da América e Campeonato Mundial de Clubes - todos esses títulos em 2005. Os outros títulos de Cicinho pelas outras equipes foram: Campeonato Espanhol 2006/2007 pelo Real Madrid-ESP, Copa da Itália 2007/2008 pelo Roma-ITA e Copa das Confederações pela Seleção Brasileira, em 2005.


"Gostava de balada, gostava de sentar no bar... Não tinha um limite. Eu procurava o meu limite, que era sentar e tomar uma cervejinha. Era duas, três caixas de cerveja, mas isso sozinho", contou o lateral.
A reserva na Roma-ITA só fez com o que o problema piorasse e o estímulo para jogar futebol diminuísse. "Estava sem jogar na Roma, aí chega em casa e você lota de gente, de falsos amigos para tomar cerveja e fumar cigarro. Graças a Deus nunca mexi com droga nenhuma, mas não existe pior droga que o álcool, ele que te induz a outros tipos de drogas. Os prazeres do mundo acabam tirando esse prazer de jogar futebol".


O contrato de Cicinho com o time italiano está no fim e ele tem seu futuro indefinido no futebol europeu, mas há uma sondagem do Internacional-RS, contudo o atleta admite até mesmo largar o futebol. “Não sei se é da vontade de Deus que eu continue no futebol. Eu tenho dobrado meu joelho toda a noite, orado e pedido que ele me ilumine”, disse. O lateral ainda afirmou que desrespeitou o São Paulo em seu retorno ao clube paulista, no ano de 2010. “Eu não pensava em jogar futebol naquele empréstimo ao São Paulo, eu só queria saber de largar, mesmo. Eu faltei com respeito ao São Paulo”, confessou Cicinho.




4 comentários

Juarez, Ladário(MS) em 17 de junho de 2012 01:40

Nossa não sabia que ele tava passando por isso, mas como é brasileiro e nós brasileiros não desistimos nunca, vou torcer pra que ele ressurga e volte a jogar com alegria e fique livre do vício do álcool.

#FORÇACICINHO

Patricia Siqueira em 17 de junho de 2012 09:21

Cicinho é um bom jogador, se ele querer, com certeza jogará bem. Mas torceremos para que ele tenha força de vontade e supere tudo isso.

Anônimo em 17 de junho de 2012 19:39

Começa a beber cerveja sem álcool, tem várias, pow !!!

rafael em 18 de junho de 2012 14:21

vem pro tricolor!!! rumo liberta 2013

 
▲ Topo