Vídeo: Polícia agride torcedor de muleta na Arena do Grêmio!



ACONTECEU EM PORTO ALEGRE!!!

Uma cena lamentável ocorreu na tarde de domingo (28) na Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS, envolvendo a polícia militar gaúcha e um torcedor gremista. Antes do início do jogo entre Grêmio e Fluminense (válido pela 9ª rodada do Brasileirão Série A 2013), um torcedor do Grêmio de nome Juliano Franczak, conhecido popularmente como "Gaúcho da Geral", foi agredido porque estava no alambrado com sua muleta envolta numa bandeira.

Como a Fifa indiretamente está fazendo uma pressão para que nas novas arenas não mais se utilizem bandeiras estendidas nas muretas dos estádios, a polícia tentou retirá-las de forma não muito educada. Um torcedor ainda tentou puxar o torcedor dos policiais, porém os militares regiram usando sprays de pimenta.

Torcedor grêmio polícia (Foto: Luiz Munhoz / Ag. Estado) Momentos depois, a polícia retornou, após ter sido expulsa pela torcida gremista, e começou a agredir o torcedor Juliano Franczak pelas costas e depois o derrubou e saíram arrastando-o. Segundo as informações que conseguimos esse torcedor usa há algum tempo essa muleta em decorrência de uma cirurgia que fez. Sobre o que aconteceu depois ainda não obtivemos mais informações.

O certo é que o torcedor Juliano Franczak utiliza-se de fato de uma muleta e estando certo ou errado no mínimo deveria ser tratado com respeito e não com violência e covardia por partes desse grupo de policiais militares do RS. Por que não o prenderam e o levaram para uma delegacia então para que fossem averiguados os fatos? Isso é, se também fosse necessário... 

É lamentável e decepcionante ver que em pleno século XXI umas cenas desumanas como essas e praticadas por policiais no mínimo despreparados. Ainda mais por se tratar de Porto Alegre-RS, onde se canta em verso e prosa que eles são evoluídos, mais esclarecidos e educados... Não fomos isso que vimos nessas imagens! Nota zero para esses policiais truculentos e covardes!

GRÊMIO PODE SOFRER PUNIÇÃO COM MULTA E PERDA DE MANDOS DE CAMPO:

Por causa da confusão, on Grêmio pode ser prejudicado pois Paulo Schmitt, procurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), solicitou as imagens do ocorrido antes da partida Grêmio x Fluminense para decidirem se o clube porto-alegrense será ou não denunciado. Caso seja denunciado o time poderá perder até 10 mandos de campo (como ocorreu como o Palmeiras na reta final do Brasileirão do ano passado, quando torcedores quebraram cadeiras do Pacaembu e arremessaram em direção aos corintianos), além disso o time está sujeito a pagar multa.

E a situação do Grêmio pode se agravar mesmo pois o árbitro da partida relatou em sua súmula a briga naquele setor da Arena e que a polícia informou que o causador do tumulto (que na verdade foi a vítima) foi retirado do local. Leia a declaração do árbitro Raphael Claus, através da súmula do jogo:  "Antes do início da partida e após adentrarmos ao campo de jogo, observamos um tumulto entre torcedores do Grêmio FBPA e a Brigada Militar na arquibancada norte. Fomos informados pelo responsável do policiamento (Sr. Tenente Pionner) que o responsável pelo início do tumulto foi retirado, identificado e detido, conforme boletim de ocorrência n° 222651 do Jecrim.
 
"GAÚCHO DA GERAL" É DEFENDIDO PELOS TORCEDORES:

Nestor Hein, que cuida da relação com as torcidas organizadas e faz parte do Membro do Conselho de Administração, isentou o torcedor Juliano Franczak (Gaúcho da Geral) de qualquer culpa: "O Grêmio está empenhado para que todos se portem bem nos jogos. À medida que sejam feitas investigações, vamos tomar providências. As imagens falam por si só. Mas nunca vi esse rapaz envolvido em violência do Grêmio. Não sendo violento, pode continuar." Já a Torcida Organizada que Juliano Franczak frequentava, pediu o apoio dos torcedores para homenagear o "Gaúcho da Geral" no próximo jogo da Arena do Grêmio: "Vamos antecipar a Semana Farroupilha. Domingo, todos pilchados, em homenagem ao Juliano, um cara de comportamento exemplar"- dizia a postagem da Organizada através de seu perfil no Twitter.
_______________________________________________________________________

Veja também a repercussão no Twitter em relação a essa agressão sofrida pelo torcida gremista:
 

1 comentário

Adolfo Schwltz em 30 de julho de 2013 06:46

Se isso não for apurado continuará acontecendo e assim continuará sendo normal apanhar de policiais despreparados nos estádios brasileiros!

 
▲ Topo