Jogadores fazem manifesto contra calendário do futebol no Brasil em 2014 divulgado pela CBF!

Página do Movimento Bom Senso FC já tem mais de 10 mil adeptos no Facebook

Muitos jogadores não ficaram nem um pouco satisfeitos com o calendário do futebol de 2014, divulgado pela CBF na última sexta-feira. Em nota, 75 atletas, de 21 clubes do Brasil, mostraram contrariedade com a forma como a entidade programou as datas das partidas no ano que vem, inclusive com quebra das férias, que serão divididas em 15 dias no início e 15 dias no meio da temporada, na pausa para a Copa. Entre esses atletas estão Rogério Ceni (São Paulo), Paulo André (Corinthians), Fernando Prass (Palmeiras) e Alex (Coritiba).

Trata-se do Bom Senso FC, criado pelos atletas  para lutar contra a maratona de jogos em intervalos curtos, pré-temporada inadequada e férias quebradas em 2014. O movimento surgiu após a divulgação pela CBF do calendário do futebol nacional para o ano da Copa do Mundo. Os jogadores pedem uma reunião com a entidade.


“Devido ao curto período de preparação proposto e ao elevado número de jogos em sequência, decidimos nos reunir, de forma inédita e independente, para discutir melhorias em prol do futebol e da qualidade do espetáculo apresentado por nós a milhões de torcedores”, diz um trecho da nota.

 
Jogadores criaram no Facebook a página Bom Senso F.C para simbolizar o histórico movimento dos jogadores na luta por um calendário mais justo para os atletas!

Os atletas ainda se manifestaram no sentido de querer mais participação nas decisões da CBF. “Queremos ser uma parte mais efetiva desse movimento, que se faz extremamente necessário, e, para tanto, solicitamos uma reunião com a entidade que administra o futebol brasileiro para tratar de questões propositivas e de comum interesse.”

Fernando Prass, goleiro do Palmeiras, um dos que assinaram o manifesto, afirmou que esse descontentamento está presente há um tempo, mas só agora se tornou público. “Todo mundo concorda aqui (no Palmeiras). Todo mundo falava nas rodinhas, mas não se dava um passo adiante”, diz.

“Qualquer um que olhe aquilo vai achar um absurdo o que foi proposto. Ninguém em sã consciência pode aceitar esse calendário da CBF. Para mim, é totalmente sem nexo, sem lógica. Todo mundo perde, não apenas os jogadores, até a torcida, porque os jogos vão perder qualidade técnica. Para quem compra o espetáculo, também”, garante Fernando Prass.

Questionado sobre o assunto, o técnico Tite, do Corinthians, mostrou apoio. “Toda manifestação, venha de onde vier, em beneficio do esporte, para que tenhamos um esporte melhor, mais saudável, mais digno, sempre vai ter a minha aprovação. Independentemente da vaidade”, afirma o comandante.

- LEIA ABAIXO A ÍNTEGRA DO MANIFESTO:

Nós, atletas profissionais de futebol, com representantes em clubes das séries A e B do Campeonato Brasileiro, vimos, de forma oficial, demonstrar nossa preocupação com relação ao calendário de jogos divulgado na última sexta-feira (20) pela Confederação Brasileira de Futebol para o ano de 2014.
Devido ao curto período de preparação proposto e ao elevado número de jogos em sequência, decidimos nos reunir, de forma inédita e independente, para discutir melhorias em prol do futebol e da qualidade do espetáculo apresentado por nós a milhões de torcedores.
Queremos ser uma parte mais efetiva deste movimento que se faz extremamente necessário e, para tanto, solicitamos uma reunião com a entidade que administra o futebol brasileiro (CBF) para tratar de questões propositivas e de comum interesse.
Estamos convictos de que dar esse primeiro passo significa caminhar na direção do profissionalismo, da transparência e da busca pela excelência no futebol de alto rendimento praticado no Brasil.
Contamos com o apoio de outros atletas e convidamos todos os profissionais do futebol e apaixonados pelo esporte a se unirem a nós nesta iniciativa em benefício do futebol brasileiro.
Informaremos ao público o andamento e os resultados desta nova discussão assim que possível
Sem mais para o momento,
ABAIXO A LISTA DOS JOGADORES QUE ASSINARAM O DOCUMENTO:

Alessandro (Corinthians)

Alex (Coritiba)

Alex (Internacional)

Alexandre Pato (Corinthians)

Anderson (Paraná Clube)

André Rocha (Figueirense)

Arouca (Santos)

Barcos (Grêmio)

Bolívar (Botafogo)

Cássio (Corinthians)

Ceará (Cruzeiro)

Cícero (Santos)

Corrêa (Portuguesa)

Cris (Vasco)

D’Alessandro (Internacional)

Dedé (Cruzeiro)

Deivid (Coritiba)

Dida (Grêmio)

Diego Cavalieri (Fluminense)

Douglas (Corinthians)

Edson Bastos (Ponte Preta)

Edu Dracena (Santos)

Edu Schimidt (Sem Clube)

Elano (Grêmio)

Elias (Flamengo)

Fabinho (Criciúma)

Fábio (Cruzeiro)

Fábio Santos (Corinthians)

Fabrício (São Paulo)

Fahel (Bahia)

Felipe (Fluminense)

Fernando Prass (Palmeiras)

Gilberto Silva (Atlético-MG)

Ibson (Corinthians)

Jadson (São Paulo)

Jefferson (Botafogo)

Juan (Internacional)

Júlio Baptista (Cruzeiro)

Juninho Pernambucano (Vasco)

Kleber Gladiador (Grêmio)

Lauro (Ponte Preta)

Léo Moura (Flamengo)

Leonardo (Criciúma)

Lima (Portuguesa)

Lincoln (Coritiba)

Lúcio Flávio (Paraná Clube)

Luís Alberto (Atlético-PR)

Luís Fabiano (São Paulo)

Luís Ricardo (Portuguesa)

Maldonado (Corinthians)

Marcel (Criciúma)

Marcelo Lomba (Bahia)

Marco Antonio (Atlético-PR)

Moisés/Meia (Portuguesa)

Moisés/Zagueiro (Portuguesa)

Neto Baiano (Goiás)

Paulo André (Corinthians)

Paulo Baier (Atlético-PR)

Paulo Cesar (Sem Clube)

Rafael Moura (Internacional)

Rafael Sobis (Fluminense)

Roberto (Ponte Preta)

Rodrigo (Goiás)

Rogério Ceni (São Paulo)

Serginho (Criciúma)

Souza (Portuguesa)

Thiago Ribeiro (Santos)

Tinga (Cruzeiro)

Titi (Bahia)

Valdívia (Palmeiras)

Valdomiro (Portuguesa)

Victor (Atlético-MG)

Wendel (Vasco)

William (Ponte Preta)

Zé Roberto (Grêmio)



1 comentário

Rafael Silva em 26 de setembro de 2013 16:54

Concordo. fico com a opinião do Tite.

 
▲ Topo