Federação Paranaense de Futebol confirma que Ecoestádio será a casa do Atlético-PR no estadual

http://www.parana-online.com.br/media/uploads/blog_do_torcedor/J_002.jpg
Ecoestádio será o local em que o Atlético-PR jogará como mandante no Camp. Paranaense de 2012


FIM DA POLÊMICA:
ATLÉTICO-PR MANDARÁ SEUS JOGOS NO ESTÁDIO DO CORINTHIANS PARANAENSE!



Sem conseguir atuar no estádio Couto Pereira, o Atlético-PR deverá passar a mandar seus jogos no Campeonato Paranaense no estádio do Corinthians Paranaense, o Janguito Malucelli. O acerto foi confirmado pelo presidente do clube, Joel Malucelli. “Acertamos hoje. O Atlético-PR indicou o estádio à Federação Paraense que horas depois homologou e confirmou que o clube rubronegro de Curitiba mandará os seus jogos do estadual naquele estádio.


Apesar de confirmar o acerto, Malucelli não quis revelar o valor do aluguel cobrado para que o Furacão atue no Ecoestádio. “A parte financeira foi o que menos pesou. O que nos levou ao acordo foi a boa vontade para resolver este impasse”, completou.



De acordo com o dirigente do Corinthians-PR, o estádio tem capacidade para 4.200 pessoas sentadas, mas no momento só está podendo atender 3.400, pois precisa melhorar a saída do público. Outro problema do local é a falta de iluminação, mas de acordo com Malucelli, não será um grande empecilho no estadual. “Acredito que os horários das partidas poderão ser remanejados, mas vamos tratar da questão da iluminação”, informou.


POLÊMICA ENVOLVEU ATÉ AÇÃO DO CORITIBA NO TJD-PR!


Isso põe fim às tentativas do Atlético-PR e da Federação em tentar mandar seus jogos no Couto Pereira, do arquirrival Coritiba, que bateu o pé e não permitiu que o clube jogasse rival em seu estádio como se fosse a sua casa. O episódio gerou muita polêmica e o Coritiba foi forçado pela FPF (Federação Paranaense de Futebol), para emprestar o Couto Pereira ao Atlético-PR e chegou até a estabelecer um aluguel de R$ 30 mil , mas o clube aviverde entrou com uma ação na justiça através do TJD-PR (Tribunal de Justiça Desportiva-PR) e invalidou a decisão.


O presidente do TJD-PR, Peterson Morosko explicou a decisão: "Será que a Federação pode obrigar o Coritiba a emprestar jogadores também? Isso vai contra o princípio do direito desportivo, que vai contra o direito da própria competição. Não tenho dúvidas de que essa não é a interpretação certa a ser dada. Portanto, determino conceder a segurança ao mandado de segurança ao Coritiba!", afirmou.


Com isso o Coritiba ganhou a causa e não ficou obrigado a alugar o estádio Couto Pereira, o ganho de causa no Tribunal de Justiça Desportiva-PR foi por quatro votos a três. O Atlético-PR ainda tentou um plano B, era a Vila Capanema, do Paraná Clube, entretanto como o clube disse que cobraria do rubronegro R$ 125 mil por partida, o negócio não foi adiante. Com isso, o Atlético-PR ficou de indicar um outro estádio para a FPF para os jogos como mandante até esta sexta-feira(17 de janeiro), pois o clube jogará com o Roma-PR em 1º de fevereiro e o clube decidiu que seria o Ecoestádio, casa do Corinthians Paranaense.




1 comentário

Gabriel Tramarin em 28 de janeiro de 2012 17:14

Até o Dutrinha aqui de Cuiabá é maior.

Abraços

Conexão Paulista

Nostalgia Fut

 
▲ Topo