Os Melhores Taticamente - Último Capítulo: Messi e Rooney (Os Incomparáveis) :



OS MELHORES TATICAMENTE - MESSI E ROONEY


Olá leitores, após 19 capítulos desta, inquietante, curiosa série, que prezou o compartilhamento de conhecimento tático, hoje, por fim, chegamos ao último capítulo, porém sem fadiga, com muito empenho. Muitos craques foram lembrados, outros contestados, mas o que vale sempre ressaltar, é a eficiência dos que por aqui passaram. E neste último capítulo não será diferente, serão expostos dois jogadores que certamente se sobressaem perante aos demais, antes leia atentamente, uma longa, porém prazerosa introdução:

Poderia eu, falar de Maradona, do rei Pelé, ou até mesmo do Fênomeno Ronaldo, mas não seria justo, comigo mesmo, tão pouco com você fã de esporte, infelizmente não pude acompanhar a carreira de Maradona e de Pelé, e a do Fênomeno chamado Ronaldo, apenas de relance. Pois bem, nesse mundo da bola nos impressionamos a cada vez mais, tanto com golaços, quanto com a violência, talento e raça, ousadia e determinação, a finta, drible, o carrinho, o bagão. Só que tem um fundamental aspecto, que passa por despercebido de modo geral, principalmente na mídia: o sistema tático, a sua variação e o posicionamento dos jogadores.

Já ouvi dizer, que Alexandre Pato é centroavante, e Lucas do São Paulo, é ponta de lança, ora bolas, que doidera é esta que o futebol se tornou? sei que centroavante é, e sempre será, o jogador que joga de costas para o gol, deixando com tabelas seus companheiros em boas condições de marcar, o forte do jogador dessa posição é o cabeceio, e jamais será veloz igualmente a um atacante. Pato pode jogar como centroavante, até eu posso, mas não é a sua característica visivelmente. E o que dizer de Lucas? ponta de lança? como assim? o ponta tem a função de recompor o meio campo e partir para a linha de fundo, lançando quem estiver na área, o jovem Lucas é o popular meia-atacante, que joga da direita para o centro, com velocidade e invadindo a área, por isso não se enganem com a mídia, ela erra, assim como você e eu, por isto, antes de fazer esta série, eu fiz um longo estudo, para não pecar.


OS INCOMPARÁVEIS: MESSI E ROONEY


Lionel Messi, Wayne Rooney, um campo de futebol e uma bola, estes quatro elementos se traduzem nos dois jogadores mais eficientes taticamente de todo o planeta, são unânimes, diferenciados, talento e disciplina, são com eles mesmos.

O argentino, é o melhor do mundo por sua habilidade, correto, mas também por sua variação tática, veja bem: Messi, já foi um jogador que ficava estacionado na ponta direita, isto em 2009, só que nos atuais dias, o Barça cresceu, o Messi melhorou, e tudo graças a ele, o grande Pep Guardiola. Hoje podemos observar o meia-atacante do melhor time do mundo, variando por todos os lados, buscando tabelas, e também constantemente jogando no centro do comando ofensivo, 'protegido' por Xavi e Busquets, pouco atrás, assim o jogador tem a segurança de tentar um algo a mais, e a liberdade de dar esticadas para Villa. Sendo assim, é o melhor taticamente devido ao seu processo de movimentação.

O inglês Wayne Rooney não fica para trás, também se destaca com variações ofensivas e criações de tabelas, só que diferente de Messi, não tem a qualidade para dar o passe final, até porque é um atacante, porém sabe como poucos inverter a bola de um lado para o outro, e o mais impressionante: Wayne marca no campo defensivo do United e pucha os contra-golpes incrivelmente. Com todo esse potencial, o camisa 10 dos diabos vermelhos, dá a técnica necessária ao clube, uma vez que o United não tiver Rooney em campo, não será o mesmo time, já quando o oposto ocorre, chega a final da Champions League. É óbvio que ele não joga sozinho, e nem sempre o United chegará a final da maior competição da Europa, mas quando o brilhante atacante, carinhosamente chamado de 'Pelé branco' por sua torcida, entra em campo, os diabos, são duas vezes mais fortes.


- RETROSPECTIVA:

1º capítulo: Éder Luís, jogador fundamental para um time campeão, recompõe o meio campo, pucha o contra-ataque, sabe atuar tanto pelos lados de campo, como dentro da área.

2º capítulo: Fred, centroavante de origem, forte chute e cabeceio certeiro, trabalha bem como pivô, sem contar o seu espírito de liderança.

3º capítulo: Ronaldinho Gaúcho, facilidade em fazer a bola rodar, e chama o jogo para si.

Elkeson foi a revelação brasileira da série
4º capítulo: Elkeson, infiltra muito bem no ataque, partindo em diagonais, dos lados de campo, para a grande área.

5º capítulo: Rogério, apesar de ser goleiro, toca na bola como poucos, seu bom toque é fundamental para dar inicio as jogadas do São Paulo.

6º capítulo: Luan, muito discplinado taticamente, faz a função/papel de: 1- volante pela esquerda, cobrindo o ala 2- ala esquerdo,
partindo do meio a linha de fundo 3- meia-esquerda, atuando na entrada da área 4- meia direito, trazendo a bola da direita para o centro 5- papel de ponta de lança, partindo para a linha de fundo e deixando os companheiros na cara do gol.

7º capítulo: Jorge, com toda sua dedicação, sabe atuar como lateral esquerdo e recompor o meio campo variando para o ataque.

8º capítulo: Neymar, chama o jogo para si, e esta qualidade faz os demais atletas do Santos se colocar em boas condições, ou seja se desmarcarem, para prosseguir a jogada.

9º capítulo: D'Alessandro, cadencia, visão de jogo, conduz o Internacional para o caminho certo.

10º capítulo: Daniel Alves, potencial de muitos para cruzar, inteligencia de poucos, para invadir a área, como um meia e deixar seus companheiros na cara de gol.

11º capítulo: Ibrahimovic, sabe criar espaços dentro da área e criar tabelas.

12º capítulo: Xabi Alonso, recompoe tanto o sistema defensivo, como o ofensivo, tem um passe longo incrivel.

13º capítulo: Sneijder, sabe marcar e armar o jogo.

14º capítulo: Maicon, marca e ataca muito bem, sendo assim se enquadra em diversos sistemas táticos.

15º capítulo: Suárez, jogador decisivo, joga fora e dentro da área.

Agüero foi a revelação europeia da série
16º capítulo: Agüero, trabalha tanto com a bola, quanto sem ela, ou seja, se movimenta muito bem e finaliza com qualidade.

17º capítulo: Fábregas, se movimenta bastante com a bola, e trabalha muito bem na entrada da área, com esticadas e tabelas.

18º capítulo: Álvaro, tem um bom passe, não precisa ir muito perto da área para efetuar uma boa jogada.

19º capítulo: Cassano, atacante de velocidade que joga dentro da área, fazendo os defensores correrem mais do que costume.

20º capítulo: *Messi, varia por ambos os lados de campo, e também atua muito bem pelo centro, deixando os atacantes na cara do gol. *Rooney, marca, pucha contra-ataque, cria tabelas, da um padrão de jogo para o Manchester United.


- PRANCHETA

Após essa longa jornada, chegamos a conclusão do time sonho de todo o técnico.
*No momento essa seleção concerteza é a melhor taticamente, seria uma equipe tão boa quanto o Barcelona seguramente, e quem sabe até melhor.

Goleiro : Rogério Ceni
Zagueiros: David Luiz e Thiago Silva (ambos sobem em bolas paradas, e sabem sair jogando com passes curtos e longos)
Lateral direito: Maicon (com a bola, vai a frente)
Lateral ou ala esquerdo: Álvaro Pereira (vai até o meio, no máximo intermediária de ataque)
1º Volante: Xabi Alons (recompõe o sistema defensivo)
2º Volante: Cesc Fábregas (vai a frente)
Meia pela esquerda: Sneijder (da o passe que deixa os companheiros na cara do gol)
Meia-atacante pela direita: Messi (varia, pelos lados de campo e trabalha no centro também)
Atacante: Rooney (varia do meio para o ataque com a bola dominada, sem ela, ajuda a marcar no campo defensivo)
Centroavante no centro da área: Ibrahimovic (homem de área, mas volta um pouco)





Obrigado a você fã de esporte, que compartilhou conosco momentos de grandes aprendizados, que foram frutos de um longo estudo meu, novidades virão em breve, abraços!


Gabriel Nogueira



A SÉRIE OS MELHORES TATICAMENTE ESTEVE PRESENTE TODA TERÇA FEIRA AQUI NESTE SITE.
PRESENTE TODA TERÇA FEIRA AQUI NESTE SITE.

Os Melhores Taticamente - Todos os direitos reservados ao Conexão Paulista e a Gabriel Nogueira.




6 comentários

José Augusto em 20 de março de 2012 14:00

ficou legal! não entendo mt de tática portanto nem sei se esse seria o melhor time pra encaixar,vou confiar no que escreveram,rs.

Jeferson Tavares em 20 de março de 2012 14:15

sneijder jogou bem em 2010 mas agora ta meio ruim eu trocaria ele por outro,gosto do iniesta jogando.

Anônimo em 20 de março de 2012 14:22

no meu time eu tirava sneider por c.ronaldo e david luís por piqueé do barça

maguilaaaaaaa! em 20 de março de 2012 14:28

meu time dos melhores seria: cassilas,dani alves,thiago silva,piqué e marcelo. xabi alonso,xavi,iniesta,messi e c.ronaldo

só q realmente pra fazer jogar tem q ser mais tatico,não só habilidoso.

Jogadores como abidal ajudam mt o time

GALO FORTE E VINGADOR em 20 de março de 2012 15:55

é verdade messi e rooney se deslocam bastante em campo.parabéns pelo texto.

'--- matheus em 20 de março de 2012 19:48

muito bacana até aprendi uma coisinha ou outra como: quanto mais função o jogador tem melhor taticamente é e também o caso do lucas dos bambis que é mais um corredor do que armador. Abraço.

 
▲ Topo