Curiosidades: Os maiores "Cavalos Paraguaios" da Era dos Pontos Corridos da Série A do Brasileirão:

 

A Revista Placar levantou uma curiosidade e decidi compartilhar aqui com vocês. Trata-se do assunto que incomoda algumas torcidas, quando se usa o termo “cavalo paraguaio”. Essa expressão é usada quando um clube dispara na frente e parece que ele irá sim conquistar o campeonato e depois, por um motivo ou outro ele perde as forças e termina o campeonato apenas como uma "sensação do torneio" ou às vezes até como mero coadjuvante.

O termo “cavalo paraguaio” ganha força novamente por causa do Botafogo, que chegou a ser líder e estava na cola do Cruzeiro nesse Brasileirão 2013 e, após perder o confronto direto com o líder Cruzeiro, que abriu 7 pontos na última quarta-feira, o time carioca tropeçou novamente e perdeu de virada no Maracanã para o Bahia e agora está com 8 pontos de desvantagem do Cruzeiro, que lidera esta edição do Brasileiro da Série A.


Se levarmos em conta o número de rodadas na liderança, aí, os grandes cavalos paraguaios são Palmeiras e Grêmio. Em 2009, sob o comando de Muricy Ramalho, o Verdão chegou a ficar 17 rodadas na liderança, mas o título acabou nas mãos do Flamengo. Em 2008, o Grêmio também liderou por 17 rodadas. E o campeão foi o São Paulo, que estava 11 pontos atrás do time gaúcho na primeira rodada do returno.

Se o critério for o de deixar a taça escapar perto do fim do campeonato, ninguém supera o Atlético-PR de 2004. O Furacão liderou até a 44ª rodada – com 24 clubes, o torneio tinha 46 datas. Mas deixou o Santos arrancar e roubar o título.

A quantas rodadas do fim perdeu a ponta 

Se o critério for o de deixar a taça escapar perto do fim do campeonato, ninguém supera o Atlético-PR de 2004. O Furacão liderou até a 44ª rodada – com 24 clubes, o torneio tinha 46 datas. Mas deixou o Santos arrancar e roubar o título. 

Contudo, a Revista Placar concluiu através desses dois fatores que Grêmio, Palmeiras e Atlético-PR são os maiores cavalos paraguaios da Era dos Pontos Corridos do Brasileirão da Série A.

- Origem da expressão Cavalo Paraguaio:

A expressão "Cavalo Paraguaio" teria origem no turfe, nome do esporte em que há a corrida de cavalos, quando em 6 de agosto de 1933 foi realizado o primeiro Grande Prêmio Brasil, em que um cavalo chamado Mossoró, do estado de Pernambuco e que teria ascendência paraguaia, contrariando todas as expectativas, arrancou inesperadamente e venceu o páreo. 

Segundo Rainer Sousa, a expressão teria então migrado para o meio futebolístico, com a acepção atual, para designar os times que obtinham inesperadas vitórias no começo de uma competição, esperando-se que ao final tenham sido superadas.

Para o jornalista e historiador Mário César Silveira, entretanto, a expressão teria suas origens ainda mais antigas, quando da Guerra do Paraguai, e a imprensa brasileira publicava um jornal chamado Paraguay Illustrado, para denegrir o adversário e criando o estereótipo no século XIX e que ainda se faz presente.


1 comentário

Fabio Fernandes em 25 de setembro de 2013 10:48

Isso é Brasileirão! O único campeonato em que o Z4 ganha do G4, e jogando bem! www.assuntodofutebol.com.br

 
▲ Topo